DUALIDADES

Quando as linhas se confundem
Quando os traços se misturam
Feito sombra
uma hora exaspera, extravasa
transborda, escapa
e a persona se perde
O que resta é tormento


Me coloco fora da moldura, onde a minha persona se mantém em sua performance, dissimulando a verdadeira faceta que não precisa necessariamente se manifestar, sem introduzir-se em um círculo vicioso de tormento as vezes simbiótico e ambiguidades emocionais.

Me deparo com o incômodo, a dor; de cabeça para baixo estou. Não sei se o repouso é verdadeiro. O amparo é incerto e o transtorno é incontestável; não tenho no que me apoiar, o mundo está de cabeça para baixo também.

| 2020 |